Em Serpa Associação de Pais denuncia: “As crianças são tratadas como números”

A Associação dos Pais e Encarregados de Educação Crescer da Escola Básica Integrada Abade Correia da Serra e Escola Básica de Vales Mortos, em Serpa, denuncia a situação da não abertura de três turmas no primeiro ano do ensino básico nesta escola e de abrirem apenas duas.

Em carta dirigida ao Ministro da Educação, João Costa, manifestam o seu desagrado acerca do desenrolar de procedimentos para a constituição de turmas no 1º ciclo do ensino básico da escola Abade Correia.

“Foram inscritos, pelos pais e encarregados de educação, no 1º ano do ensino básico desta escola, 61 alunos, sendo 45 em idade escolar obrigatória e os restantes 16 em situação condicional, o que permitiria a abertura de três turmas homogéneas de 1º ano, num total de 11 turmas do 1º ciclo do ensino básico, numa escola com capacidade para acolher 12 turmas”.

Leia Também
Escola Secundária de Serpa volta a vencer “Escola Electrão”


Referem que após diversas tentativas de comunicação com a DGEstE e reuniões com a direcção do agrupamento escolar, “a Associação foi informada da limitação à abertura de apenas 10 turmas do 1º ciclo do ensino básico, o que se traduz na criação de apenas duas turmas homogéneas do 1º ano, atingindo o limite máximo de alunos, sendo os restantes alunos (1 em idade obrigatória e restantes em idade condicional) distribuídos por turmas de outros anos do ensino básico. A solução cria turmas mistas, na sua capacidade máxima.”

Discordam da forma de tratar a educação das crianças, “mesmo no cumprimento da lei, existindo um número tão expressivo de alunos, seria possível acomodar a totalidade destes em 3 turmas. A criação de turmas mistas não favorece a aprendizagem das crianças, nem o normal funcionamento das dinâmicas de sala de aula. Pelo contrário, potencia o agravamento do insucesso escolar numa escola do Território Educativo de Intervenção Prioritária”.

Como último recurso, a Associação dos Pais pede agora a intervenção do ministro João Costa e não deixam de expressar publicamente, o profundo descontentamento com a situação proporcionada por uma lei que trata as crianças como números e ignora as verdadeiras necessidades de cada uma”.É desta forma que os pais da Escola Abade Correia em Serpa, mostram o seu descontentamento na abertura de apenas duas turmas do ensino básico.

1.4K Views
Scroll to top
Close
Browse Tags